Buscar
  • COP

Karl Plagge e o ato de ajudar

O ato de ajudar os outros já proporcionou resultados significantes e relevantes na nossa história. Por isso, vamos contar a história de Karl Plagge, um oficial nazista que foi responsável por ajudar entre 1,720 pessoas (maioria eram judeus) em pleno Holocausto. Karl nasceu em Darmstadt na Alemanha e em 1897 e se formou em engenharia na Technische Universität Darmstadt (Universidade Técnica de Darmstadt). Porém, após o término da Primeira Guerra Mundial, o Tratado de Versalhes fez com que a Alemanha entrasse em uma grave crise econômica, obrigando ela a pagar pelos danos da guerra. Para reconstruir a economia do país e trazer de volta o orgulho nacional, Karl optou a se juntar ao Partido Nazista, liderado por Adolf Hitler, que prometia restaurar a Alemanha.

No entanto, ao passar dos anos, Karl Plagge se recusou a aceitar as crenças racistas impostas durante o regime de Hitler, e consequentemente foi apelidado de "amigo dos judeus e da Maçonaria".

Entretanto, Karl Plagge ficou mais conhecido por ajudar a liberar judeus em Vilnius, na Lituânia. No dia 16 de setembro de 1943, ele foi responsável por transportar mais de 1,000 judeus do Gueto de Vilnius para um acampamento recém construído, aonde iriam permanecer com certa segurança. Depois da guerra, ele foi julgado por ser um oficial nazista nos campos de concentração, mas logo foi declarado inocente quando um grupo de ex-prisioneiros judeus (os mesmos que Karl ajudou) mandaram um representante que relatou como Karl ajudou os judeus. Afinal, essa história e várias outras mostram como o ato de ajudar o próximo pode mudar a vida de várias pessoas e principalmente a sua, como aconteceu com Karl Plagge que foi ajudado em pleno julgamento pelos judeus que ele tinha salvado.



0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

© 2023 by Salt & Pepper. Proudly created with Wix.com

SUBSCRIBE VIA EMAIL

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now